Alegando falta de “dois fiscais”, Meio Ambiente descarta Patrulha do Som – SarandiPR.com

publicidade - anuncie neste espaço

Alegando falta de “dois fiscais”, Meio Ambiente descarta Patrulha do Som

A Secretaria de Saneamento e Meio Ambiente de Sarandi sequer abriu diálogo para criação da patrulha do som no município. As reclamações de perturbação do sossego por parte dos moradores são constantes, mas o município não tem um plano para esse tipo de ocorrência.

O vereado Aparecido Antônio, o Cido Polícia (PSB), com apoio da Câmara de Sarandi, aprovou requerimento para que a Prefeitura de Sarandi estudasse a criação da patrulha. Mas, em resposta, por ofício, o secretário Reginaldo Galindo alegou falta de fiscais e equipamentos. Leia trecho do ofício:

“…não dispomos de funcionário (fiscais) em número suficiente para dar atendimento a seguinte lei e nem aparelhos para aferição (decibelímetro), haja visto que esses problemas ocorrem em horários excepcionais, noturno e finais de semana”.

Um fiscal

Galindo diz que diz que, hoje, só tem um fiscal na pasta, e que precisaria de mais dois para tocar a patrulha, além dos aparelhos. O ofício é de 28 de maio. A secretaria sequer mobilizou outras pastas e as forças policiais de Sarandi para debater a pauta. Nos bastidores, a atitude seria retaliação a Cido Polícia, que hoje é oposição ao governo.

 

Secretario aponta falta de fiscais. Imagem: divulgação.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.