Servidor põe em xeque reparos em veículos da prefeitura de Sarandi – SarandiPR.com

publicidade - anuncie neste espaço

Servidor põe em xeque reparos em veículos da prefeitura de Sarandi

A denúncia é grave: a Prefeitura de Sarandi teria pago por peças originais, mas recebido “paralelas”, de segunda linha. E vai além: fiscal teria sido orientado a dar aval a um reparo que não fiscalizou.

 

Nos dois casos, há em comum a frota de veículos da prefeitura. Quem denuncia é mecânico, o servidor público João Argemiro Col Debella, hoje, já destituído da fiscalização.

Pode ser que toquei o dedo na ferida de alguém, alguém se doeu – disse, ao vivo, na sessão da Câmara de Vereadores de Sarandi, nesta segunda-feira (26).

Ele foi nomeado fiscal, por edital, para fiscalizar empresas que prestam serviços de mecânica ao município. Deveria ter permanecido na função até 31 de dezembro passado, mas, sem aviso prévio, foi retirado do cargo.

Algumas empresas ficavam de rabo de zoio (durante a fiscalização) – comentou, respondendo ao vereador Cilas Morais.

Ainda segundo o mecânico, diretor de obras e secretário de Urbanismo “mandaram” ele assinar nota de reparo que não fiscalizou:

 Como é que vou assinar uma nota que não fiscalizei.

Debella também confirmou a descrição de peças originais na nota fiscal do serviço e o reparo feito com peças “paralelas” em carros do município, mas não pontuou data ou veículo:

Aconteceu caso disso, daí eu não assinei porque vi coisas erradas. Tirei fotos e passei pro jurídico.

Vídeo

Assista, abaixo, a íntegra da sabatina do servidor na Câmara:

Organização criminosa

Ao fazer a denúncia, o vereador André Celestino Jardim, o Mineirinho (PDT), falou que há uma “organização criminosa” atuando na prefeitura. Ele foi rebatido pelo secretário de Trânsito e Segurança, Joel Inglês (leia mais).

Sindicância

Na mesma sessão, o vereador Eunildo Zanchim, o Nildão (PPS), tentou relacionar Debella com o empresário Admir Machado, o Zinho, rival declarado do prefeito Walter Volpato (PSDB).

O mecânico negou conhecer Zinho, e disse desconhecer sindicância aberta contra ele. A assessoria de imprensa da prefeitura confirmou a sindicância, mas não informou o motivo e nem comentou as acusações do servidor.

Leia, abaixo, a íntegra da nota da prefeitura:

“A Prefeitura de Sarandi abriu uma sindicância para apurar os fatos, após um principio de incêndio no Departamento de Obras, que envolveram todos os funcionários que estavam trabalhando neste dia, inclusive o ex-servidor João Argemiro Col Debella.”

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.