Reportagem "tendenciosa" irrita sarandienses

publicidade - anuncie neste espaço

Reportagem “tendenciosa” de O Diário irrita sarandienses

Gerou irritação e levou nome de “tendenciosa” a reportagem “Taxa de homicídios em Sarandi é três vezes maior que a do Estado”, veiculada pelo jornal O Diário, na quinta-feira (21). O texto tem falhas primárias de jornalismo.

O Diário diz que “Sarandi lidera número de homicídios no noroeste”, mas só apresenta comparativo com Maringá. “Matematicamente”, apresenta taxa de 33,9 mortes por grupo de 100 mil habitantes em 2017 e compara com dados estaduais, mas de 2015.

Noutro trecho, a reportagem traz tom bairrista e preconceituoso: “Na região oeste – que faz limite com Maringá – foram apenas quatro registros. Coincidentemente, trata-se da única região onde todos os bairros são asfaltados. ”

Preguiçoso, O Diário informa que Sarandi tem apenas um delegado, mas não cobra o governo estadual: por lei, o município demanda uma delegacia para cada 30 mil habitantes (leia mais). O delegado de Sarandi, não é ouvido na reportagem.

O texto recebeu críticas, também, de pessoas da gestão Walter Volpato (PSDB). Sobretudo, não trazer um “retorno” da prefeitura, o outro lado, premissa do jornalismo há décadas. Leia, neste link, a “tendenciosa” reportagem d´O Diário, como classificou José Vignoto, empresário sarandiense.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.