PM acusado de matar Jadson já está solto e pode voltar ao trabalho

publicidade - anuncie neste espaço

Policial acusado de matar Jadson já está solto e pode voltar ao trabalho na PM

Informa o portal G1, da Globo, que o soldado Marco Aurélio Onishi, 38 anos, ganhou a liberdade, na última quinta-feira (5). Ele estava preso no 4º BPM (Batalhão da Polícia Militar), em Maringá.

O policial é acusado pela morte do adolescente Jadson José de Oliveira. Ele foi encontrado morto aos 17 anos após ser abordado por Onishi e pelo também soldado Jonatan Vinícios Goulart, 32 anos, em agosto de 2016.

Segundo o G1, a decisão é da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná. Em decisão unânime, as acusações por motivo torpe e impossibilidade de defesa também foram retiradas.

Onishi

Já de acordo com informações de O Diário, o soldado Onishi já tem autorização da Justiça para retornar ao trabalho na Polícia Militar. A defesa do soldado deve tentar derrubar, ainda, a acusação por homicídio (leia mais).

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.