Dentista de Curitiba é preso por estelionato contra maringaense

publicidade - anuncie neste espaço

Dentista de Curitiba é preso por estelionato contra maringaense

Um cirurgião dentista de 56 anos suspeito de realizar compras de forma indevida, utilizando o nome de um outro profissional, de Maringá, foi preso em flagrante por estelionato no momento em que recebia os materiais em sua residência, no bairro Cajuru, na manhã de sexta-feira (20), em Curitiba.

Segundo informações policiais, o preso trabalhou com a vítima há aproximadamente dez anos, e possuía toda a documentação e dados do profissional maringaense, bem como o número de seu registro emitido pelo Conselho Regional de Odontologia (CRO). Ele é acusado de usar os dados para fazer compras de forma indevida. Conforme apurado, o homem estava agindo há cerca de 30 dias.

O suspeito fez um cadastro em um site de uma empresa que comercializa materiais odontológicos e comprou uma série de produtos em nome de outro cirurgião de dentista.

“Quando ele foi assinar o recibo de uma compra que havia efetuado, a empresa suspeitou, pois a fisionomia do homem era totalmente diferente do profissional cadastrado em seu sistema. Diante da suspeita informou a polícia, que prosseguiu com as investigações”, conta a delegada-adjunta da especializada, Vanessa Alice.

De acordo com a delega, a equipe fez contato com o verdadeiro profissional, que informou desconhecer qualquer compra. “Entramos em contato com a empresa, fizemos um monitoramento e o flagramos no momento em que recebia uma outra parte dos materiais”, informa Vanessa.

Na delegacia, o homem negou que realizou a compra de forma indevida. Entretanto, foi autuado em flagrante por estelionato. Se condenado, poderá pegar até cinco anos de prisão.

O suspeito está preso no Setor de Carceragem Temporária (Secat) da Delegacia de Estelionato, onde aguarda à disposição da Justiça.

Um dentista de Curitiba foi preso acusado de usar o nome de outro dentista, de Maringá, para fazer compras ilegais. O caso foi investigado por estelionato.

Usou documentos do ex-colega de trabalho. Foto: divulgação Polícia Civil.

Da SASP.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.