Denúncia de assédio moral na gestão De Paula é arquivada

publicidade - anuncie neste espaço

Denúncia de assédio moral na gestão De Paula é arquivada

“Falta de provas” levou ao arquivamento investigação de assédio moral denunciada por um servidor do Ministério da Saúde cedido à Prefeitura de Sarandi na gestão do ex-prefeito Carlos De Paula Junior (PP).

M.R. disse que atuou como “autoridade sanitária” e teria vistoriado as condições de trabalho numa obra da Avenida Deputado Borsari Neto.

Segundo o inquérito, na obra, tocada pela Viapar (Rodovias do Paraná), R. encontrou pessoas trabalhando em “ambiente inadequado”. A vistoria ocorreu em maio de 2016.

Foi a partir da vistoria que R. teria sofrido “perseguições e assédio moral” por parte do ex-prefeito . Ele foi colocado à disposição e afastado do trabalho.

De Paula

Ouvido na 1ª Promotoria de Justiça, sobre R., De Paula disse que “sequer o conhecia”. O encerramento da cessão do servidor “nada teve a ver” com a vistoria na obra.

Por falta de provas, o promotor Alexandre Misael Souza arquivou o inquérito, em 12 de junho deste ano.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.