Notícias Sarandi

UBSs de R$ 1,9 milhão que gestão De Paula abandonou vão custar mais R$ 600 mil

A Prefeitura de Sarandi vai ter de gastar R$ 600 mil para recuperar duas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) construídas e abandonadas na gestão do ex-prefeito Carlos De Paula Júnior (PP). A informação é da secretária de Saúde, Sandra Regina Jacovós.

Nesta segunda-feira (3), Sandra comentou as dificuldades da Saúde na atual gestão durante sessão na Câmara de Vereadores de Sarandi. Em plenário, ela lamentou o abandono das unidades, e destacou que mais dinheiro terá de ser gasto para que as UBSs funcionem.

Depois que elas estiverem prontas, o Governo Federal vai mandar mais R$ 150 mil pra cada uma. Só que pra terminar elas, vai precisar de R$ 600 mil – falou Sandra, no plenário da câmara (assista).

UBSs

Uma das UBSs abandonadas é a da Avenida Rio de Janeiro. A obra é de 2014 e avaliada em R$ 987 mil, recurso do Governo Federal. A outra UBS é a do Jardim Monterrey, que é do mesmo ano, mas tem valor mais alto: R$ 1 milhão (leia mais sobre obras paralisadas em Sarandi).

Rio de Janeiro

De acordo com o presidente da AMPI (Associação dos Moradores dos bairros Panorama e Independência), o ex-vereador Bianco, os R$ 600 mil serão gastos só na UBS da Avenida Rio de Janeiro. A informação, segundo ele, é do secretário de Urbanismo, Walter Volpato Júnior, o Juninho.

Na reunião que tivemos na segunda-feira (3), o secretário (Juninho) falou que vai R$ 600 mil só na UBS da Rio de Janeiro. Perguntamos se a prefeitura iria processar a gestão anterior por isso. Não falaram nada – disse Bianco