Ex-PMs que atiram contra casa de superior têm bens bloqueados na Justiça | SarandiPR.com

publicidade - anuncie neste espaço

Ex-PMs que atiram contra casa de superior têm bens bloqueados na Justiça

Dois ex-policiais militares de Maringá tiveram os bens bloqueados pela Justiça. Eles são investigados por disparar contra a casa de um superior, em 2012, e respondem por improbidade administrativa.

Na mesma ação, os dois policiais já foram condenados por tentativa de homicídio. Segundo apuração do MP (Ministério Público), os então policiais militares atiraram contra a residência de um superior oficial da PM (Polícia Militar) durante a noite.

Ainda segundo o MP, ao disparar contra a arma do oficial, os ex-policiais agiram “assumindo o risco de matá-lo ou a um de seus familiares”. O fato, segundo as investigações, foi motivado por insubordinação e revolta em relação às ordens emitidas pelo superior.

Na ação civil pública, o MP pede a condenação dos réus pela prática de ato de improbidade administrativa. Tendo em vista que o caso, na época, gerou “grande sensação de insegurança na região e repercussão popular”, a ação requer ainda indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 100 mil.

O bloqueio de bens visa garantir o pagamento das multas (de R$ 165 mil para cada réu) em caso de condenação na análise do mérito da ação.

*Com informações do MP-PR.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.