Compra de gás medicinal com “urgência” para a UPA é apurada no MP | SarandiPR.com

publicidade - anuncie neste espaço

Compra de gás medicinal com “urgência” para a UPA é apurada no MP

Segue na 1ª Promotoria de Justiça de Sarandi inquérito que apura “irregularidades” em compras de gás oxigênio medicinal para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Gustavo Farias. As aquisições ocorreram na gestão do ex-prefeito Carlos De Paula Júnior (PP).

As compras irregulares se deram por meio de dispensa de licitação. Segundo a denúncia feita à promotoria, à época não havia “urgência a justificar a medida excepcional”.

Em 23 de fevereiro deste ano, o promotor Alexandre Misael Souza instaurou o inquérito civil público para apurar o caso. Ele solicitou à Secretaria de Fazenda de Sarandi cópias dos empenhos, recibos e comprovantes de pagamentos feitos pela prefeitura em 2015 e 2016 as quatro empresas envolvidas (lista abaixo).

No mesmo dia, o promotor solicitou à Secretaria de Administração documentos que compõem a licitação para aquisição de gás de oxigênio medicinal nº 93/2015 e que compõem todas as licitações feitas em 2016 para a compra do mesmo produto.

No início de abril, o ex-secretário de Saúde, Cezar Anselmo Andreazzi, foi notificado a prestar declarações no inquérito. Ao fim do mês, dia 26, o promotor solicitou ao RH (recursos humanos) da prefeitura dados pessoais e funcionais de quatro servidores públicos, três mulheres e um homem.


 


 

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.