PMs que fizeram homens fugir nadando e “correr para não morrer” são condenados | SarandiPR.com

publicidade - anuncie neste espaço

PMs que fizeram homens fugir nadando e “correr para não morrer” são condenados

Seis policiais militares foram condenados a quatro anos e um mês de prisão por crime de tortura, na região de Curitiba. Eles torturaram dois suspeitos por uma hora e meia na noite de 20 de junho de 2015.

A decisão, do Juízo da 11ª Vara Criminal da capital, atende ação penal proposta pelo Ministério Público do Paraná, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Segundo denúncia do Gaeco, os policiais abordaram dois suspeitos na Cidade Industrial de Curitiba. Os suspeitos foram algemados e torturados por cerca de uma hora e meia com socos, chutes e asfixia, entre outras violências (inclusive agressões de ordem sexual e ameaças de morte).

Os dois foram então colocados em viaturas distintas, levados em direção ao Rio Passaúna. Próximo à represa, os policiais mandaram que um dos homens entrasse na água e nadasse. Os PMs atiravam na água para impedir que a vítima voltasse à margem.

O outro rapaz foi liberado com a ordem que “corresse para não morrer”. Os policiais atiravam em direção à via enquanto a vítima corria. Os rapazes só foram liberados por volta das 3 horas da madrugada do dia 21.

Conforme a decisão judicial, os PMs devem cumprir a pena em regime semiaberto. Cabe recurso. A Justiça determinou ainda a possibilidade de os réus recorrerem em liberdade. Os PMs também perderam os cargos e estão inabilitados para função pública por oito anos e dois meses.

*Com informações do MP.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.