Desde janeiro, Sarandi não pagou cerca de R$ 465 mil ao SAMU | SarandiPR.com

publicidade - anuncie neste espaço

Desde janeiro, Sarandi não pagou cerca de R$ 465 mil ao SAMU

Serviço custa R$ 1,70 por habitante. Foto: Venilton Küchler/AEN.

A dívida de Sarandi com o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) Regionalizado é estimada em R$ 456 mil. O serviço, que entre janeiro e março não foi pago, custa aproximadamente R$ 155,2 mil por mês ao município.

No último dia 4, o SarandiPR.com publicou que a dívida de Sarandi com o SAMU neste período foi paga pela Prefeitura de Maringá. A informação foi dada pelo prefeito Ulisses Maia (PDT) ao site (leia mais).

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Maringá, embora questionada, não informou quanto o SAMU Norte Novo, como é chamado o serviço regionalizado, custa ao município. A reportagem apurou o custo de R$ 1,70 por habitante (também foi divulgado aqui).

O valor foi confirmado pelo presidente do Pró-amusep, Fábio Vilhena. O Consórcio é gestor do SAMU Norte Novo.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) Cidades, a população estimada de Sarandi em 2016 era de 91.344. O número de moradores multiplicado por R$ 1,70 é R$ 155,2 mil por mês. Nos três meses, Sarandi acumulou R$ 456 mil.

Esse valor foi rediscutido, e deve ser pago agora a partir deste mês. Em reunião, o Volpato concordou em parcelar –, informou Vilhena, ao SarandiPR.com.

Há um contrato de rateio firmado entre os 29 municípios atendidos pelo SAMU Norte Novo. De acordo Vilhena, só em “casos extremos”, quando não houver o pagamento ou parcelamento, o serviço será suspenso ao município devedor. Cada município repassa ao SAMU o equivalente a sua população.

Transição

Por email, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Sarandi confirmou o parcelamento da dívida. Segundo informou à reportagem, a verba para pagar o SAMU vem do Governo Federal, mas “desde novembro do ano passado, o governo não tem repassado esse dinheiro”.

Bases

Inaugurado em agosto do ano passado, o SAMU Norte Novo tem base em Maringá, Sarandi, Paiçandu, Mandaguari, Nova Esperança, Astorga e Colorado (detalhes aqui). Segundo a prefeitura, apenas Maringá, Sarandi e Astorga estão “habilitados”.

“Temos 3 município (sic) habilitados sendo Astorga, Maringá e Sarandi. Quando o SAMU recebe uma chamada, o médico responsável defini, de acordo com o caso, qual a equipe e a unidade, que estiver mais próxima do local, para fazer o atendimento. Então, pode acontecer de Sarandi atender Marialva, por exemplo, e aí está utilizando o recurso do município de Sarandi para atender Marialva. Ou Maringá atender um chamado em Sarandi e aí utiliza os recursos de Maringá pra realizar o atendimento em Sarandi. Mas, a prioridade é sempre pela vida”, ressaltou a assessoria da prefeitura.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.