Operação Ceres prende três envolvidos em furto de agrotóxico, em Londrina | SarandiPR.com

publicidade - anuncie neste espaço

Operação Ceres prende três envolvidos em furto de agrotóxico, em Londrina

A Polícia Civil do Paraná prendeu três membros de uma quadrilha envolvida com furto de agrotóxicos durante a Operação Ceres, nesta terça-feira (21). O prejuízo causado pelos suspeitos ultrapassa a margem de R$8 milhões.

Os presos, dois homens e uma mulher, têm idades entre 19 e 43 anos. As prisões aconteceram em Londrina. No total, foram cumpridos 15 mandados judiciais. A operação foi desencadeada pela 9ª Subdivisão Policial (SDP), de Maringá, com o apoio da 10ª Subdivisão Policial (SDP), de Londrina.

Os mandados, nove de prisão preventiva e seis de busca e apreensão, foram cumpridos em diversas regiões do município de Londrina, Maringá e Cianorte. Seis dos alvos ainda encontram-se foragidos. Uma caminhonete Triton L200 branca, proveniente de origem ilícita foi apreendida no decorrer da operação.

As vítimas da quadrilha geralmente eram cooperativas situadas na região Norte e Noroeste do Paraná. Os suspeitos costumavam agir sempre da mesma maneira, durante a madrugada.

Eles cometiam o crime em 20 minutos. Chegavam no local, arrombavam as portas e furtavam uma carga dos produtos agrotóxicos – falou o delegado que coordenou a operação, Leandro Roque Munin.

O delegado acrescenta ainda que os suspeitos já tinham um receptador específico para quem forneciam os produtos furtados a um preço inferior ao que valiam, ou então, trocavam por parte do lucro que era obtido durante a comercialização desses insumos.

De acordo com Munin, a associação criminosa é composta por pessoas de Maringá, Londrina e também conta com integrantes do Rio Grande do Sul.

A quadrilha agia com mais frequência no Norte e no Noroeste do Paraná, mas há suspeitas de que demais cooperativas, de outras regiões do Estado, também foram alvos da prática criminosa.

A Operação Ceres levou esse nome em alusão a deusa da agricultura, que se chama “Ceres”. As investigações prosseguem com o intuito de localizar e prender os demais envolvidos no esquema. Os presos na ação responderão por furto qualificado e associação criminosa. Todos permanecem presos à disposição da Justiça.

*Com informações da Polícia Civil do Paraná.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.