Ofícios mostram que Sandra e Volpato foram informados sobre situação da UPA | SarandiPR.com

publicidade - anuncie neste espaço

Ofícios mostram que Sandra e Volpato foram informados sobre situação da UPA

Médico da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Gustavo Farias, de Sarandi, rebateu declaração da secretária de Saúde, Sandra Jacovós, de que as reivindicações da categoria não foram levadas à administração. A comunicação teria ocorrido em janeiro.

Em documento enviado ao SarandiPR.com, que tem assinatura e número do CRM (Conselho Regional de Medicina) de 14 médicos – três já se demitiram -, a falta de medicamentos “de suma importância” é relatada. O ofício também fala em falta de exame laboratoriais.

No último sábado (11), servidores da UPA e familiares deram um abraço simbolizando luto pela unidade (leia mais). Na segunda-feira (13), a assessoria de imprensa da prefeitura emitiu nota informando desconhecer as reivindicações da categoria.

“Os funcionários que fizeram a manifestação não procuraram a Secretaria de Saúde e nem a Prefeitura para falar sobre as reivindicações. Tanto a Secretária, Sandra Jacovós, quanto o Prefeito Walter Volpato, estão à disposição para conversar com os funcionários”, disse a assessoria, por nota.

A secretária afirmou, em entrevista à imprensa, desconhecer as reivindicações dos profissionais que atendem na UPA Gustavo Farias (detalhes aqui). No entanto, ainda em nota, informou ter se reunido com representantes e diretoria da UPA:

“No começo do mandado houve uma reunião com os Representantes e Direção Clínica da UPA onde os funcionários pediram a manutenção da hora extra e adicional noturno, a Secretária de Saúde afirmou que quem realmente fez hora extra vai receber normalmente. Sandra confirma que a UPA está realmente sucateada, desde agosto do ano passado, todos os aparelhos que foram quebrados não foram concertados ainda. A prefeitura já abriu licitação para a compra de novos equipamentos e a contratação de uma empresa para fazer a manutenção, mas está respeitando os trâmites burocráticos para realizar a mudança”.

Abaixo, documentos enviados aos gestores municipais e ao diretor da 15ª Regional de Saúde de Maringá, em 13 de janeiro. Para evitar retaliações, o médico pediu para não ter o nome divulgado:

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.