Polícia Civil de Sarandi esclareceu 64% dos homicídios, em 2016 | SarandiPR.com

publicidade - anuncie neste espaço

Polícia Civil de Sarandi esclareceu 64% dos homicídios, em 2016

A Polícia Civil de Sarandi esclareceu 16 dos 25 homicídios registrados no município, em 2016, uma média percentual de 64%. No total, dez autores foram presos e quatro seguem foragidos. Quatro vítimas são mulheres.

“Com essa estrutura ruim priorizamos esses crimes mais graves que mais afligem a sociedade, mas infelizmente com isso muitos outros crimes sequer são investigados”. (Reginaldo Caetano, delegado de Sarandi)

O balanço foi divulgado pelo delegado titular de Sarandi, Reginaldo Caetano, ao SarandiPR.com. Em novembro passado, eram 24 mortes e 12 esclarecimentos, média de 50% (leia mais).

O delegado avaliou de “forma positiva” o desempenho da Polícia Civil sarandiense, e ressaltou o “alto índice” de solução na comparação com a média nacional, que é de 5%. No entanto, Caetano destacou que a estrutura de pessoal “absolutamente insuficiente” prejudica outras investigações.

Com essa estrutura ruim priorizamos esses crimes mais graves que mais afligem a sociedade, mas infelizmente com isso muitos outros crimes sequer são investigados.

Delegado avaliou de “forma positiva” número de crimes esclarecidos em 2016. Foto: Angelo Miloch/SarandiPR.com (não reproduzir sem autorização)

Motivação

Das 25 vítimas de homicídios registradas em Sarandi no ano passado, quatro são mulheres. Segundo Caetano, um caso foi passional, o de Vanessa Ribeiro de Brito, 34 anos, morta em 30 de dezembro pelo companheiro que a traiu e não aceitou a separação (leia mais).

O tráfico de drogas foi responsável por maior parte dos homicídios: foram nove casos. Outros sete registros têm motivação desconhecida, quatro aconteceram por brigas de rua e três por brigas de bar, além de um passional e uma vingança.

Tentativas e armas

Além dos 25 homicídios, a Polícia Civil de Sarandi precisou lidar com 36 tentativas, “que, na verdade, acaba dando tanto ou mais trabalho à polícia”, segundo o delegado Caetano. Deste total, 29 ocorrências foram esclarecidas, 80,5%.

Dezessete dos crimes foram cometidos com arma de fogo: 10 por revólveres, cinco por pistolas calibre 9mm, dois por pistolas calibre 380 – uma pistola .40 também foi usada em um homicídio. Foram quatro mortes por arma branca, duas por agressão física e outras duas por pau ou ferro.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.