Dormíamos enquanto De Paula sucateava a prefeitura | SarandiPR.com

publicidade - anuncie neste espaço

Dormíamos enquanto De Paula sucateava a prefeitura

Sucateado é a palavra que mais se escuta nos bastidores da gestão municipal de Sarandi. É o termo que define como o ex-prefeito Carlos De Paula deixou a prefeitura ao encerrar o mandato. Condição que nenhuma costela de chão encobrirá.

Lógico, por questão de cordialidade, talvez, ou para evitar o confronto, o mais provável, a equipe de Walter Volpato não dará nomes aos bois. Ao menos não publicamente. Mas, sabe-se que há precariedade em todos os setores.

A começar pelo asfalto. O próprio De Paula falou ao SarandiPR.com que deixaria a prefeitura sem asfaltar sete bairros da cidade. No entanto, o asfalto que fez, “casquinha de ovo”, como classificou Volpato em entrevista a TV, não tem suportado as menores das chuvas. O trânsito pela Octávio Colli está impossível.

Volpato criticou que “o prefeito anterior” sequer deixou licitação para a compra de massa asfáltica. E, é sabido, no gestão pública, nada se compra sem licitação. Às vezes sim, por meio da “compra direta”, forma como De Paula adquiriu um celular de R$ 3,7 mil.

Ainda na TV, Volpato mostrou que das seis ambulâncias do município, cinco estão encostadas num pátio da Secretária de Saúde em situação de sucata. “Outras secretarias também apresentam os mesmo problemas”, escreveu o perfil do prefeito no Facebook ao compartilhar a reportagem.

E tem a UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim Rio de Janeiro. Abandonado, o prédio acumula foco de dengue, lixo e cachimbo de crack. A unidade tem valor estimado em R$ 987 mil. Teve recursos do Governo Federal. A nós, o símbolo que melhor representa a gestão Carlos De Paula.

Até mesmo o departamento de Comunicação da prefeitura, comandado por Geraldo Irineu nos últimos anos, está sucateado. Não se acha nada por lá. O SarandiPR.com aguarda, faz três semanas, a imprensa encontrar uma foto que, até que se prove o contrário, pertence ao site e foi usada irregularmente numa revista da prefeitura.

Sucateada. Esse é o termo. Mas há espaço pra outro: bastidor.

Fomos bastidores desse governo. Nós, a imprensa, os vereadores – sempre tão complacentes –, as promotorias, dormíamos enquanto o dinheiro público, mal gerido, era desperdiçado na nossa cara? Dormíamos.

Diz o ditado: não se deve chorar o leite derramado. Neste caso, devemos sim, já que o leite saiu das nossas mamas para alimentar nossos filhos. O bom é que Sarandi é nova, e todo dia é dia de aprendizado. Aprendemos?

No último dia 1º iniciou nova gestão, a administração Walter Volpato. Não dá pra dormir de novo, nem ser bastidor. É preciso acordar, e protagonizar mudança nesta cidade. Disposição política para isso a cidade tem. Basta querer.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.