Parar obra da Colombo “pode ser uma solução”, diz socióloga | SarandiPR.com

publicidade - anuncie neste espaço

Parar obra da Colombo “pode ser uma solução”, diz socióloga

A paralisação do rebaixamento da Avenida Colombo (BR-376), em Sarandi, “pode ser uma solução” para minimizar os impactos da obra. A afirmação é da coordenadora do Observatório das Metrópoles, a doutora em Sociologia Ana Lúcia Rodrigues.

“Talvez seja o momento de parar sim para ir mais devagar e resolver”. Ana Lúcia, do Observatório das Metrópoles.

Professora da UEM (Universidade Estadual de Maringá), a socióloga participou de reunião com políticos, dirigentes sindicais e presidentes de bairros de Sarandi, nesta quarta-feira (16).

Uma obra desse porte, com o impacto que ela gera, com o valor financeiro que significa, jamais poderia ter sido implantada sem que houvesse inúmeras audiências, não uma apenas – disse Ana Lúcia, ao SarandiPR.com, sobre a trincheira que dividirá Sarandi.

O receio da coordenadora do Observatório é de que, caso seja entregue como está, a obra demande reparos, e mais investimentos. Segundo Ana Lúcia, “isso é jogar dinheiro fora, coisa que a população está cansada de ver os gestores fazer”.

Ana Lúcia chegou a citar a possibilidade de paralisação da obra, que tem abalo significativo no movimento do comércio.

Talvez seja o momento de parar sim para ir mais devagar e resolver. Inclusive, dar esse respiro para o comércio. De repente, se esperar que essa obra termine, seja tarde demais para poder resolver problemas.

De acordo com a Viapar (Rodovias do Paraná), a obra, orçada em cerca de R$ 40 milhões, será entregue em dezembro. A empresa não precisou data.

sociologa_ana_lucia_rodrigues_observatorio_das_metropoles_sarandipr-com

Falta de diálogo com a comunidade preocupa coordenadora do Observatório das Metrópoles. Foto: Angelo Miloch / SarandiPR.com.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos! Curta as redes sociais do SarandiPR.com.

Assine ao newsletter do SarandiPR.com e receba notícias, ofertas e novidades em primeira mão. É grátis.

Os comentários não representam a opinião do SarandiPR.com, mas, sim, de seus autores. Os comentários serão moderados para que, assim, nenhum conteúdo de cunho ofensivo, racista ou preconceituoso seja publicado nesta plataforma. No mais, toda opinião é sempre bem vinda.

Comentários

Cite o SarandiPR.com ao reproduzir conteúdos do site.

WordPress / CC 4.0 - Faça uma doação.