Notícias Região

Humberto Musolon é denunciado por dupla tentativa de feminicídio

A 19ª Promotoria de Justiça de Maringá ofereceu, nesta quarta-feira (10), denúncia contra Humberto de Oliveira Musolon, 29 anos, por dupla tentativa de feminicídio. Ele é acusado de atacar a ex-companheira e a mãe dela com um taco de beisebol.

A agressão ocorreu na manhã de 13 de julho, quando as vítimas levavam os dois filhos de Musolon e sua ex-companheira à creche. Mãe e filha foram agredidas, e tiveram ferimentos graves. As crianças presenciaram a agressão.

De acordo com a denúncia, ele havia ameaçado a ex-companheira “diversas vezes, inclusive por meio de dezenas de telefonemas e mensagens de celular, enviadas a ela e ao pai”.

Musolon responderá por ameaça, tentativa de homicídio contra a ex-companheira e a mãe – qualificado por motivo torpe (ciúme), meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima, além da qualificação de feminicídio (contra mulheres em razão de condição do sexo feminino) – e furto, pois o homem furtou o celular da ex-companheira.

No dia 15, uma sexta-feira, Musolon se apresentou à polícia e ficou preso. A defesa dele solicitou habeas corpus, o que foi negado pelo desembargador Miguel Kfouri Neto.

No despacho, Neto ressaltou que “o paciente demonstra ser agressivo: agrediu com taco de beisebol a ex-mulher e a mãe desta, quando ambas levavam o filho do casal à creche. A avó foi parar na UTI”.

humberto-musolon-foto-andre-almenara

Agressão por motivo de gênero resultou em feminicídio. Foto: André Almenara / www.andrealmenara.com.br.