Notícias Paraná

Preso em Maringá acusado de aplicar “golpes milionários” no sonho da casa própria

Documentos foram apreendidos e devem ser periciados. Foto: Polícia Civil.
Documentos foram apreendidos e devem ser periciados. Foto: Polícia Civil.

Uma investigação da Polícia Civil do Paraná que envolveu até a Interpol resultou na prisão de dois acusados de aplicar “golpes milionários” no sonho da casa própria. As prisões aconteceram nesta terça-feira (3), em Curitiba e Maringá.

Claiton Kaiser Vilaruel, preso em Maringá, e Edson de Freitas Godoi, detido na capital, foram investigados na operação “Sonhos Desfeitos”. Seguno a Polícia Civil, a quadrilha negociou de forma irregular mais de cem imóveis na RMC (Região Metropolitana de Curitiba). Os prejuízos ultrapassam os R$ 5 milhões.

No total, policiais da DE (Delegacia de Estelionato) cumpriram quatro mandados na casa dos acusados e na sede da Campina Construtora, empresa envolvida na fraude. Documentos foram apreendidos e serão periciados.

Venderam vários imóveis bloqueados, sem condições de as pessoas usufruírem por estarem hipotecados à instituição financeira”, disse o delgado titular da DE, Wallace Brito, segundo nota da Secretaria da Segurança Pública. “Se apoderaram do dinheiro e não pagavam a instituição financeira“.

Interpol

Para dar continuidade à operação, a Polícia Civil do Paraná acionou a Interpol visando prender Valdecir de Oliveira Tecchio, apontado como líder da quadrilha. Ele é considerado foragido já que, segundo a polícia, está morando em Miami, nos Estados Unidos.

Campina

A Campina Construtora fica no Jardim Social, em Curitiba. O site da empresa está fora do ar. Na página do Facebook, desatualizada desde janeiro de 2015, usuários criticaram a construtura. “Nunca comprem desses pilastra, uma vergonha, só enrolam e enrolam” (sic), disse um usuário. Leia outros depoimentos:

Internautas criticaram Campina Construtora no Facebook.
Internautas criticaram Campina Construtora no Facebook.

 

Nenhum contato dos acusados foi encontrado.